terça-feira, 31 de julho de 2012

PMERJ GANHA MAIS 488 PMs. ATÉ O FIM DO ANO SERÁ MAIS DE 5.500.


GOVERNADOR

ESTADO DO RIO GANHA REFORÇO DE MAIS 488 POLICIAIS MILITARES

 31/07/2012 - 11:58h - Atualizado em 31/07/2012 - 11:58h
 » Isabel Kopschitz
Até o fim de 2012, Estado deve contar com cerca de 5.500 novos PMs

O Governo do Estado formou, na manhã desta terça-feira (31/7), 488 policiais militares – sendo 11 mulheres – da 9ª turma de soldados de 2011. A cerimônia de formatura foi realizada no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), em Sulacap, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, e contou com a presença do governador Sérgio Cabral. Parte dos formados será encaminhada ao trabalho nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPP).

Durante o discurso, o governador ressaltou a mudança de filosofia da Polícia Militar (PM) e disse que o Rio chegará até o fim de 2012 com cerca de 5.500 novos PMs formados, em apenas um ano, número que supera em muito a média anual de 500, de governos anteriores. Cabral afirmou que a mudança na corporação é uma "revolução silenciosa" que o estado está fazendo.

- Quando assumimos (em 2007), a taxa de homicídio por 100 mil habitantes era de 41,1 e hoje é de 26,5. Não é o ideal ainda, temos que diminuir para menos de uma dezena. É um desafio grande e, para isso, contamos com vocês (soldados). Desde o primeiro dia do nosso governo, sabíamos que não havia outro caminho que não fosse a segurança pública - disse o governador.

Cabral afirmou também que a política de metas e as gratificações dadas aos policiais pelo Estado - que podem chegar a R$ 9 mil - são parte de uma mentalidade que premia a meritocracia. Cabral mencionou ainda, no discurso, o ataque de criminosos à UPP de Nova Brasília, no Complexo do Alemão, que culminou na morte da soldada Fabiana Aparecida de Souza, na semana passada, e o ataque à UPP dos morros Coroa, Fallet e Fogueteiro, no último domingo, que deixou policiais feridos:   

- Eu diria que são espasmos de marginais, ações de desespero, para nos intimidar. Mas nós não vamos recuar. Vamos continuar na pacificação das comunidades, enfraquecendo cada vez mais o crime organizado. Este é o legado que vamos deixar para a nossa população.

O secretário de Estado de Segurança, José Mariano Beltrame, que também esteve presente à formatura, disse, em seu discurso, que os policiais são os protagonistas do projeto de segurança pública do estado.

- Os senhores estão fazendo o que era impossível, inimaginável na cabeça do cidadão fluminense. Segurança pública é a eterna vigilância, a antecipação do problema. É a interação dos senhores neste grande projeto de pacificação, do qual vocês são os grandes protagonistas. Tivemos 28% de aumento de matrículas escolares nas áreas de UPPs e 40% menos baleados atendidos em hospitais públicos, nessas regiões. Essa vitória é de vocês. Esse caminho é sem volta - disse o secretário de Segurança Pública.

Um dos formados era o soldado Anderson Oliveira. Primeiro colocado - com média 9,58 - ele recebeu um diploma e uma placa comemorativa das mãos de Cabral. Após a cerimônia, Anderson disse que se sente gratificado pela oportunidade de servir à população.

- Como diz a música da corporação, ser policial é, sobretudo, uma razão de ser. Eu me enquadro muito nessa nova filosofia da polícia: quero mostrar às crianças que podem ser como eu, um dia. A nova política (de segurança) trouxe a nova polícia. E a nova polícia atrai o jovem para ser policial. Minha intenção é proteger a sociedade como se fosse meu filho de 6 anos e minha esposa - declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua visita é importante, seu comentário muito mais.
A sua mensagem não passa por autorização do moderador, portanto comente com responsabilidade a não violar as regras do blog.
Att. o Administrador.