segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Assume novo Comandante da PMESP


Secretário de Segurança de SP deu entrevista ao SPTV nesta segunda.
Novo comando da PM deverá colocar mais policiais nas ruas.

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, aposta na integração entre as polícias Civil, Militar e Técnico-Científica para combater a onda de violência que atinge a capital e a região metropolitana. Neste fim de semana, 22 pessoas foram mortas na Grande São Paulo entre a noite de sexta (23) e madrugada desta segunda-feira (26). Em entrevista ao SPTV, Grella adiantou que terá reuniões diárias em seu gabinete com os chefes das três polícias do estado.
“A sociedade espera uma polícia que aja conjuntamente, uma união de esforços para que as informações não se percam e para que tenhamos bons resultados”, disse Grella. Nesta segunda-feira, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) anunciou a troca de comandos das polícias Civil e Militar. O novo delegado-geral da Polícia Civil será Luiz Mauricio Blazeck, que assumirá o posto no lugar de Marcos Carneiro Lima. Já o novo comandante-geral da Polícia Militar será Benedito Roberto Meira, que entrará no lugar de Roberval França.
Grella adiantou que o serviço de inteligência será reformulado e que o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga todos os casos de morte ocorridos, será reforçado. “Pedimos ao novo delegado-geral que viabilize a força necessária para esse departamento”, afirmou o secretário.
Segundo ele, já foi pedido que as investigações dessas mortes sejam agilizadas, incluindo aquelas em que policiais militares são suspeitos de extermínio. “Nenhuma morte ficará sem esclarecimento”, garantiu. Grella lembrou que o sucesso das apurações depende da rapidez com que a Polícia Técnico-Científica chega ao local do crime – isso deverá ser priorizado por sua gestão à frente da SSP.
Em relação à PM, Grella informou que o novo comandante da corporação deverá colocar mais policiais nas ruas. "Vamos trabalhar também o fortalecimento dos comandos das polícias, especialmente da PM, para que o comandante possa colocar mais policiais na rua de maneira organizada, obediente e que atue com inteligência. Isso é fundamental nas próximas horas para começarmos a reverter esse processo que aí está".
“[O meu compromisso como secretário é] trabalhar muito e intensamente para fazermos que São Paulo retorne aos índices [de criminalidade] de meses atrás, índices históricos, frutos de uma política de segurança responsável que vem sendo praticada nos últimos anos”, afirmou Grella. Segundo ele, o estado passa por um momento “desfavorável”.
Do G1 São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua visita é importante, seu comentário muito mais.
A sua mensagem não passa por autorização do moderador, portanto comente com responsabilidade a não violar as regras do blog.
Att. o Administrador.