sábado, 1 de dezembro de 2012

Oficial da PM é preso.


Oficial da PM tem prisão decreta por participação na morte de F. Gomes

Tenente-coronel Marcos Antônio de Jesus Moreira se apresentou no Quartel do Comando Geral da PM

Por Thyago Macedo
Foto: Blog do Sidney Silva
Um oficial da Polícia Militar teve o mandado de prisão decreta por envolvimento na morte do jornalista F. Gomes. Na tarde desta quinta-feira (4), o juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça expediu o mandado e, no fim da noite, por volta das 22h, o tenente-coronel Marcos Antônio de Jesus Moreira se apresentou no Quartel do Comando Geral da PM.
A informação foi confirmada pelo comandante geral, coronel Araújo Silva. Ele informou que o oficial ficará preso à disposição da Justiça, mas, de imediato, será afastado das funções de comandante do 11º Batalhão, localizado em Macaíba.
A prisão do tenente-coronel Marcos Antônio foi solicitada pela delegada Sheila Freitas, titular da Divisão de Investigação de Combate ao Crime Organizado (Deicor), que comandou o inquérito. O oficial é apontado como um dos mandantes do assassinato de F. Gomes, morto a tiros em 2010, na cidade de Caicó.
Durante a investigação a delegada, encontrou indícios que ela acredita serem suficientes para apontar a participação do tenente-coronel no crime. De acordo com o radialista Sidney Silva, de Caicó, a possível motivação de Marcos Moreira seria o fato de F. Gomes ter feito muitas denúncias contra ele, quando ainda era major e exercia o cargo de diretor da Penitenciária Estadual do Seridó.
Após essas denúncias, Marcos Moreira foi retirado da função. Além do tenente-coronel, a delegada Sheila Freitas confirmou o indiciamento do advogado Rivaldo Dantas de Farias, do pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral, bem como do policial militar Evandro Medeiros.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua visita é importante, seu comentário muito mais.
A sua mensagem não passa por autorização do moderador, portanto comente com responsabilidade a não violar as regras do blog.
Att. o Administrador.