domingo, 7 de abril de 2013

PM: homem come o dedo do PM


Homem arranca dedo de PM com mordida em confusão na Coelba

Um policial militar acabou perdendo parte do dedo de uma das mãos após uma confusão em um posto da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), localizado na Rua Euclides Antônio da Cunha, no centro da cidade de Conceição do Coité, a cerca de 200 km de Salvador, na tarde desta sexta-feira, 5.
A confusão começou após um homem, identificado como Egídio Carmo dos Santos, cliente da Coelba, ter feito uma queixa sobre o fornecimento de energia na localidade onde mora, no povoado de Domingos, zona rural do município. Conforme a polícia, Egídio, que estava nervoso, exigiu que o problema fosse resolvido imediatamente, mas foi informado pela atendente que não era possível, pois era preciso fazer um agendamento antes.
Insatisfeito, o homem perdeu o controle e quebrou um dos computadores da unidade. "Ele estava muito nervoso, reclamando de uma falta de energia. Mesmo a solicitação tendo sido feita, ele ficou falando alto e, depois, começou a chutar a mesa e ameaçou quebrar tudo", disse uma funcionária, que preferiu não se identificar.
Um policial de prenome Alan, da 4ª Companhia do 16º Batalhão de Polícia Militar, que passava pelo local no momento da confusão, tentou acalmar os ânimos do cliente, mas não teve êxito. "O agente foi tentar fazer a intervenção e evitar que o elemento quebrasse os objetos da agência, mas acabou sendo surpreendido e teve parte do dedo polegar da mão direita arrancado com uma mordida", disse o Capitão Lessa, da 4º CIA do 16º batalhão.
Uma guarnição teve de ser acionada para ajudar a conter a confusão. Antes de ser levado para a delegacia, Egídio foi encaminhado ao Hospital Regional de Conceição do Coité, onde precisou tomar calmantes. Segundo o Capitão Lessa, ele tem problemas mentais e já se envolveu em outras confusões na cidade.
O policial também foi atendido na mesma unidade de saúde e passa bem. O agente aguarda uma avaliação médica sobre a possibilidade de reconstrução do polegar da mão direita. Já Egídio, que prestou depoimento na delegacia de Conceição do Coité após ser medicado, permanece à disposição da polícia. (Portal a Tarde).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua visita é importante, seu comentário muito mais.
A sua mensagem não passa por autorização do moderador, portanto comente com responsabilidade a não violar as regras do blog.
Att. o Administrador.