domingo, 28 de fevereiro de 2016

BRASIL: Governador do Rio de Janeiro já começou aplicar um terrível GOLPE financeiro nos funcionários públicos Estaduais e pensionistas nos 3 anos restantes de seu governo, 2016, 2017 e 2018.

 Fiquem atentos!
O governador, Pezão, do Rio de Janeiro, em 2017, vai atrasar o pagamento dos salários dos servidores e pensionistas do Estado em mais 10 dias, contando além dos 10 dias de atrasos deste ano de 2016, onde passaremos a receber até ao dia 20/22 de cada mês.
Em 2018 acontecerá o mesmo e o nosso salário virará o mês do calendário, voltando a ser efetuado de novo até ao quinto dia útil do mês. (mas do mês subsequente)
Ou seja, ele roubará 1 mês de salário de todo o funcionalismo público como fez o Governador Brizola.
Veja como ele já sinalizou !!!!!!!!!.
Quando se faz esse tipo de procedimento é bom que os recursos que ele tenta lançar mão estejam disponíveis nas mãos dos funcionários, o que não acontece se esses mesmos funcionários estiverem com grande parte de seus salários comprometidos com empréstimos em instituição financeiras.
O sinal do Governador.
O governador, para que ano que vem, possa ter mais recursos disponíveis ele LIMITOU a margem para empréstimos do funcionalismo e pensionistas, impedindo que os mesmo comprometam suas rendas com os bancos e com isso evitar o repasse de recurso para os bancos ficando com mais dinheiro para poder usar nesses dias que está sendo passado a frente.
A mudança por decreto aconteceu no dia 15 de fevereiro, (este mês) passando a limitar em 30% a margem consignável do funcionalismo e aumentando o número de meses para 84.
Exemplo:
Se um funcionário tinha muitos empréstimos, logicamente recebia pouco e com o atraso do pagamento, se a intenção do Governador é lançar mão e usar os recursos para só então pagar o funcionalismo sem juros pelos dias passados a frente, não seria tão vantajoso por ter que repassar para os bancos os valores de empréstimos contraídos pelos funcionários.
Já prevendo mais recursos para o ano que vem ele limitou a margem consignativas de empréstimos, ou seja, ele não precisará repassar para os bancos os recursos que passa hoje, ano que vem ele repassará menos e usará mais dinheiro disponível.
Ingressem no judiciário... ano que vem ocorrerá mais atraso de 10 dias no nosso calendário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua visita é importante, seu comentário muito mais.
A sua mensagem não passa por autorização do moderador, portanto comente com responsabilidade a não violar as regras do blog.
Att. o Administrador.